Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Concluída uma das etapas para implantação do Polo Integrado de Química em Montenegro e Triunfo

Publicação:

Polo de Química terá um centro de treinamento
Polo de Química terá um centro de treinamento - Foto: Ascom Sedetur

[24/01/2019] Um estudo de avalição da cobertura vegetal em área pertencente ao Estado e indicada para instalação do Polo Integrado de Química foi apresentado nesta quinta-feira (24) ao secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Dirceu Franciscon, por representantes do Sindicato das Indústrias Químicas no Estado do Rio Grande do Sul (Sindiquim). Um protocolo de intenções entre o governo gaúcho, o Sindiquim e o Comitê de Fomento Industrial de Triunfo-Montenegro foi assinado em dezembro de 2018. O documento garante a consolidação do polo. A planta é referente a uma área de 850 hectares, localizada no município de Montenegro.
A ideia é criar no local um condomínio de empresas ligadas ao setor químico aos moldes de um cluster, modelo que vem sendo muito utilizado na Europa e Estados Unidos. O município de Triunfo também participa do projeto como distrito de serviços, enquanto a zona industrial caberá ao município de Montenegro. Para o diretor de Relações Institucionais da Braskem e integrante do Sindiquim, João Ruy Freire, esta é uma boa oportunidade de unir empresas do mesmo segmento e realizar um trabalho de sinergia. “Nós estamos trabalhando para tentar juntar elos da cadeia que possam agregar valor ao seus clientes e seus fornecedores. Nós podemos atrair desde o insumo básico até um usuário do produto químico. Então, podemos juntar elos desta cadeia que se complementem e que tragam sinergia e competitividade“, afirmou Freire.
Freire explica ainda que a existência de uma infraestrutura favorável, como um terminal hidroviário de cargas e um avançado sistema de afluentes, que já vem sendo utilizado pelo Polo Petroquímico de Triunfo, contribuem decisivamente para aprimorar a preservação do meio ambiente e a movimentação logística do local. Já o secretário Dirceu Franciscon ficou entusiasmado com o projeto e autorizou a formação do grupo de trabalho que vai integrar o Comitê Executivo que irá elaborar um plano de ações para efetivação do projeto. O Polo Integrado de Química tem capacidade de instalação para até 20 empresas. No momento, quatro já demostraram interesse em participar do projeto.

InvestRS